Falar mal…

Publicado a : 07-01-2012 | Por : ParaRir |

0

Eu não falo mal de ninguém!!!
Apenas costumo fazer observações mordazes sobre as pessoas…

falar mal de outros

Feliz Natal!!!

Publicado a : 24-12-2011 | Por : ParaRir |

0

O ParaRir.com é um site de Humor em Português, mas sabemos que entre os quase 2 milhões de pessoas que já nos visitaram há pessoas de muitos países e nacionalidades! Por isso não resistimos a enviar-te votos de Boas Festas em múltiplas línguas, porque o Humor será sempre Universal, e os votos de um  Bom Humor é algo que desejamos a toda a gente!

Postal de Natal Pararir.com

ps. – como presente de Boas Festas deixem recordar que faltam apenas alguns dias para proceder-mos à Lotaria de Ano, onde iremos sortear 50 euros pelos nossos subscritores de email! Se ainda não és nosso subscritor aproveita esta oportunidade e coloca o teu email na caixa no canto superior direito do nosso site ou carrega aqui!

Um momento de partilha

Publicado a : 23-12-2011 | Por : ParaRir |

4

ATENDENDO AO ESPÍRITO DA ÉPOCA, AQUI PARTILHO PENSAMENTOS ÍNTIMOS COM OS LEITORES!

 

Sou daquelas pessoas a que custa rir. É raro o momento em que me rio de verdade… Sabem, aquele riso sincero e verdadeiro, aquele riso que vêm de dentro de nós, que sai de rompante, pujante do estômago e que nos faz ir às lágrimas.

Sou cínico por feitio e pessimista por natureza. Custa-me a acreditar que coisas boas possam acontecer e, nesse sentido, falha-me também muitas vezes a qualidade importante de apreciar o que é bom nos momentos maus. E muitos momentos maus tem tido a minha vida, talvez por isso também a minha amargura seja maior.

Este mundo não é fácil, um mundo cheio de máscaras atrás das quais todos nos escondemos.. Tantas barreiras que criamos para nos proteger de tudo o que nos possa fazer mal… O humor é apenas mais um desses subterfúgios…

A piada fácil em momentos tensos para “desanuviar”; a tirada jocosa para “quebrar o gelo”, o riso nervoso depois de escaparmos de um perigo de morte; a lembrança alegre de um momento infeliz depois de ele já ter passado, mas sabendo muito bem que não teve graça nenhuma na altura em que aconteceu…

Eu não sou nada assim. Raramente conto uma anedota, porque raramente me lembro de anedotas. Quando uso uma piada para tentar desanuviar não é para me esquecer dos meus problemas, mas para tentar fazer os outros esqueçer de algo, nem que seja do meu verdadeiro eu.

Não sou de trato fácil e tenho a tendência a dizer as coisas como são, ou a exagerar em relação ao pior em que se podem tornar. A minha profissão, ligada à àrea da saúde não ajuda, porque me permite constatar todos os dias como as coisas são na realidade. Como é a vida, como é a morte, como é o sofrimento… E raramente nesses cenários há espaço para o riso…

Uma perspectiva realista mas desoladora, apenas mais um pequeno amargo numa boca que já sabe, há muito, a vinagre.

Sou também egoista e este site é uma prova disso. O pararir.com nasceu essencialmente de um desejo meu de esquecer uma grande tristeza que me aconteceu na vida e que muito me fez chorar…

Olhar em frente

Quando algo de trágico nos acontece, quando os sonhos que tinhamos contruídos dentro de nós se quebram, quando a vida nos dá uma chapada com tal força que nos faz cair no chão é isso que devemos fazer inicialmente… chorar…

Mas chega uma altura em que, para continuarmos a viver, bem ou mal, temos de nos levantar. E criar este site foi um primeiro passo muito importante nessa fase. Necessitamos de criar novos sonhos, reconstruir esperanças e empenhar as nossas energias em algo para construir, porque de destruição já está o mundo cheio.

“Em vez de chorar, vou fazer rir os outros…”

E porque não? E assim, com a ajuda do meu precioso amigo, começou a criação deste site, daqui a nada vão 3 anos e, como tudo o que nos empenhamos na vida, já me pôs os cabelos em pé, já me fez gastar muitas horas do meu tempo, já me deu uma satisfação extrema nos pequenos sucessos que conquistei, já me desapontou também e fez-me aborrecer da sua presença.

Mas também já me fez rir muito, nem que seja ao procurar as piadas que partilhamos convosco todos os dias. E nunca me fez chorar…

Continuo sem ter grande piada. Continuo a não saber rir. Mas penso que já sei fazer um pouco rir e, o mais importante, já me rio mais. E sinto-me vivo novamente!

Obrigado a todos por isso.

O meu nome é Ricardo Silva, sou administrador do http://pararir.com

Experimenta peidar…

Publicado a : 17-12-2011 | Por : ParaRir |

1

Às vezes você chora e ninguém vê as suas lágrimas…
Às vezes você está triste e ninguém percebe a sua tristeza…
Às vezes você sorri e ninguém repara na beleza do seu sorriso…
Agora experimenta PEIDAR … e verás…
humor peidos
Toda a gente vai reparar em você…

Related Posts with Thumbnails