Amigos até à morte

Publicado a : 24-11-2014 | Por : ParaRir |

0

Porco e Cavalo - Amigos ate a morteAquele fazendeiro tinha um lindo cavalo que um certo dia adoeceu grave e já não conseguia mais parar em pé. Ao ver o cavalo sofrendo tanto, resolveu chamar um veterinário.

O veterinário examinou-o durante um longo tempo e, por fim, observou:
— Olhe, o seu cavalo está com uma virose muito grave. Eu dei-lhe uma injeção, mas não sei se o bicho vai reagir. Amanhã eu voltarei e se ele não reagir, infelizmente teremos que sacrificá-lo. E foi embora.

O porco, vizinho de estábulo do cavalo, ao ouvir a conversa, ficou compadecido com a situação do amigo.
— Hei, você tem de reagir — recomendava. — Não pode se entregar desse jeito. Descansa bastante hoje a noite e amanhã você estará novo em folha. O cavalo relinchou baixinho, agradecendo.

No dia seguinte, o cavalo continuava deitado quando eles chegaram.
— É infelizmente vamos ter de abate-lo. — lamentou o veterinário.

E o porco, quase desesperado:
— Hei, amigo. Levanta! Vamos, força! É agora ou nunca!

Nisso, num esforço fenomenal, o cavalo levanta-se lentamente e depois sai correndo.
— Viva! — bradou o fazendeiro. — O cavalo se recuperou. Vamos fazer uma festa para comemorar…

Siga uma matança do porco!

Brincar aos médicos é perigoso? Depende! ^_^’

Publicado a : 12-11-2014 | Por : ParaRir |

1

 Brincar aos médicos- E onde é que tu estavas? – Pergunta a mãe à menina, com olhar zangado.

Responde a menina, com ar inocente

- No quarto, a brincar aos médicos com o Joãozinho. Ele era o médico e eu a doente.

A mãe dá um grito e dá um salto da cadeira.

- Aos médicos!?!

- Médicos da Caixa, mãe. Ele nem me atendeu!

Joãozinho só complica

Publicado a : 11-11-2014 | Por : ParaRir |

8

Este Joãozinho sempre que aparece faz das suas… consegue deixar sempre a professora de mau humor, e nós sempre a rir com a piada das suas peripécias.

A professora, para testar a perspicácia dos seus pequenos alunos, pergunta:


- Menino Luizinho! O que é que tem 4 patas, bigodes, anda em cima dos telhados, tem uma azeitona na boca e faz miau?

- Com uma azeitona na boca? Não faço a mínima ideia, Sra. Professora!
- Oh menino Luizinho, é um gato! A azeitona na boca é só para complicar!


E a professora continua com o seu interrogatório:
- Menino Dioguinho! O que é que tem 2 patas, bico, penas, faz ninhos, tem óculos e faz ‘piu-piu’?

- Com óculos? Não sei o que será, Sra. Professora!
- Oh menino Dioguinho, é um passarinho! Os óculos são só para complicar!


Não satisfeita com os resultados que estava a ter, perguntou á turma, se algum aluno tinha uma pergunta para lhe fazer, ao que o menino Joãozinho respondeu afirmativamente:

- Sra. Professora! O que é que tem ponta aredonda, estica e encolhe, tem duas bolas por baixo, tem a ponta vermelha e as mulheres gostam de pôr na boca?

(Furiosa a professora responde)
- MENINO Joãozinho! EU NÃO LHE ADMITO FALTA DE EDUCAÇÃO NA MINHA AULA! JÁ LÁ PARA FORA!

- Calma, Sra. Professora! É o batom! As bolas por baixo era só para complicar!

A Capela o Santinho e as Testemunhas de Jeová

Publicado a : 10-11-2014 | Por : ParaRir |

0

Uma menina de cinco anos perguntou à Mãe:

- <Mãe! O que é isto que eu tenho entre as pernas?>

A Mãe:

- <Isso é uma capelinha sagrada onde ninguém pode entrar!…>

A menina cresceu entretanto, mas sempre num ambiente profundamente religioso e com pouco contacto com outras ideias.

Já com 17 anos, a miúda começou a namorar e um dia o namorado quis iniciar a vida sexual, querendo fazer amor. A resposta dela foi:

- <Nãoo!!!! Isto é um local sagrado e não podes lá meter nada!>

Após alguma resistência o namorado teve então a ideia de recorrer também a religião e lembrou-se do seguinte:

- <Deixa-me meter o meu santinho dentro da tua capelinha!>

E ela assim la acabou por ceder. E gostou. Tanto, que até questionou o
namorado:

- <Querido! Então e esses dois ficam fora? Porque é que não entram
também?!…>

Ao que ele responde:

- <Não, amor! Estes ficam à porta! São Testemunhas de Jeová !>

humor religiao

Related Posts with Thumbnails